SOS 57: Bob Pridden 50 anos com The Who

Conversamos com o homem que já passou quase meio século encarregado do som ao vivo de uma das maiores bandas do mundo.

Compartilhe

Receba nossa newsletter
Dezembro/Janeiro 2017 Edição do Mês

Por Flávio Bonanome


 

Não devem existir muitos - se algum - membros de equipe no circuito empregados pela mesma banda há cinco décadas, mas Bob Pridden, técnico de som ao vivo do The Who, logo alcançará essa marca incrível. Depois de aceitar um emprego como roadie do grupo em 1966, não demorou muito para Pridden começar a se dedicar a injetar mais “volume” e “clareza” nas performances ao vivo do The Who. 

Durante o final dos anos 1960 e os anos 1970, o The Who praticamente liderou o caminho em termos de apresentar sistemas de PA e melhorar o som no palco para bandas de rock, e foi Bob Pridden que ajudou a transformar as ambições sonoras da banda em realidade. Bob também é largamente creditado como o “inventor” do monitor de retorno, um desenvolvimento com o qual tantas bandas, artistas e engenheiros de som contam há muito tempo. 

Conversamos com Bob, apenas horas antes de o The Who tocar na Capital FM Arena em Nottingham, para falar sobre sua vida na estrada e sobre o trabalho de som ao vivo bastante inovador que ele vem liderando há quase meio século. Nos últimos anos - embora ele ainda esteja firmemente no comando do som geral do The Who - Bob tem focado no setup de monitor de palco pessoal e mixagens de monitor de Pete Townshend durante o andamento das extensas turnês globais da banda. 

Assine agora a Sound on Sound e leia a matéria na íntegra!

Notícias Relacionadas